31 de julho de 2012

Janet Jackson e outros membros da família são barrados da casa dos filhos de Michael na Califórnia

Os executores do espólio de Michael Jackson, a pedido de TJ Jackson, estão impedindo alguns irmãos do cantor de entrar na casa, onde Katherine Jackson está criando os três filhos de Michael.

Os detalhes de quem é e não é permitido entrar na casa de Calabasas, Califórnia, é detalhado em um e-mail obtido pelo contribuinte da CNN, Roland S. Martin. Howard Weitzman, que representa John McClain e John Branca, enviou o email quarta-feira para Charles Schultz, advogado de TJ Jackson, poucas horas depois que o juiz Beckloff o nomeou guardião temporário dos filhos de Michael Jackson.


“Dadas as circunstâncias das últimas duas semanas, e a fim de proteger as crianças e a Sra. Jackson, os executores acreditam que não seria apropriado permitir que as seguintes pessoas entrem na residência ou em sua área e nós instruímos a equipe de segurança para impedir as seguintes pessoas de entrar na residência ou em sua área: Randy Jackson e qualquer um de seus filhos, Janet Jackson, Rebbie Jackson e qualquer um de seus filhos, Jermaine Jackson, sua esposa e qualquer um de seus filhos, Janice Smith, ou qualquer outra pessoa que esteve envolvido com os recentes acontecimentos que levaram ao isolamento da Sra. Jackson e sua incapacidade de se comunicar com as crianças de Michael, ou quaisquer agentes ou representantes de qualquer um desses indivíduos”, escreveu Weitzman.

O e-mail que foi “enviado à equipe de segurança está em conformidade com a ordem do juiz Beckloff e não é arbitrário”, disse Schultz.

“Quanto aos familiares que estão nessa lista, eles ou estavam na casa na segunda-feira, 23 de Julho de 2012 ou de algum modo participaram dos eventos em torno dessa data”, disse Charles Schultz, advogado de TJ Jackson.

“Katherine Jackson é completamente livre para conversar com quem ela escolher e está livre para ir e vir na casa com qualquer um que ela escolher”, disse Schultz. “Isso está completamente claro para a Sra. Jackson e ela reconheceu o fato”.

Se Janet, Randy, Jermaine Jackson e Rebbie quiserem falar com Katherine, a qual eles levaram em férias por 10 dias sem aviso prévio para o Arizona no início deste mês, eles podem também ligar para ela, disse ele.

A lista de pessoas proibidas de entrar na casa foi preparada pelos advogados do espólio e enviada a pedido de TJ Jackson depois que “certos membros da família apareceram sem avisar na residência da mãe e dos filhos de Michael Jackson, causando uma perturbação muito pública” disse uma declaração dos advogados do espólio. Howard Weitzman, também diz no email que os filhos de Michael foram consultados e aprovam essa lista.

“A lista deve ser alterada e administrada por TJ Jackson ou pelo espólio, quando for necessário,” a declaração do espólio, disse.

Enquanto isso, o advogado de Katherine Jackson está preparando uma ação judicial para pedir ao juiz Beckloff para restaurar-la como guardiã dos filhos de Michael Jackson, através de um plano onde TJ Jackson seria um co-guardião.

O plano precisa ser aprovado pelo juiz Beckloff, o qual poderia impor algumas condições na ordem de custódia para evitar a repetição dos incidentes deste mês.

CNN

30 de julho de 2012

Hoje na HIStória: Single HIStory/Ghosts completa 15 anos de lançamento

"HIStory/Ghosts" foi o segundo single do álbum de remixes Blood on the Dance Floor, de Michael Jackson, lançado em 30 de julho de 1997. "HIStory" foi lançada no álbum HIStory: Past, Present and Future - Book I, porém não havia sido lançada como single. Já "Ghosts" é uma canção nova, que embora tenha sido composta em 1991 só havia sido gravada uma vez e essa era exclusiva do álbum de remixes. O single chegou ao Top5 no Reino Unido.


Composta em 1995, "HIStory" foi a 13ª faixa do álbum HIStory: Past, Present and Future – Book I, mas não foi lançada como single. Então, quando o remix da música foi produzido por Tony Moran, a Sony decidiu lançar a música como single. "HIStory" foi o lado-A do single.


O videoclipe do remix da música mostra uma mulher utilizando óculos de realidade virtual, onde ela "vai" para uma balada, na qual são exibidos vídeos e performaces de Michael.

Os vídeos que são exibidos no Clipe são: "In The Closet", "Don't Stop Til' You Get Enough", "Scream/Childhood", "Black or White", "Jam", "Remember The Time", "Earth Song", "Man In The Mirror", partes da Bad World Tour e Dangerous World Tour e do Curta-Metragem "Ghosts". Um videoclipe mais elaborado da música seria gravado, porém isto não aconteceu porque Michael estava em turnê e não pôde comparecer às filmagens do clipe. Veja o videoclipe abaixo:


"Ghosts" foi uma das cinco novas faixas inéditas do álbum "Blood On The Dance Floor - HIStory in the Mix". Ela foi escrita, composta e produzida por Michael e Teddy. A critica foi desfavorável com essa música e afirmou que Jackson estava tentando copiar Thriller.


O videoclipe da música foi tirado de uma sequência de imagens do curta "Michael Jackson's Ghosts", produzido e encenado por Michael. O próprio clipe serviu para enriquecer a tese da imprensa de que Jackson tentava repetir Thriller. Veja-o abaixo:


Single Físico (Faixas):
UK #1 (HIStory/Ghosts)


1. "HIStory" (Tony Moran's 7" HIStory Lesson Edit) – 4:09
2. "HIStory" (Radio Edit) – 3:58
3. "Ghosts" (Radio Edit) – 3:50
4. "Ghosts" (Mousse T's Club Mix) – 6:03


UK #2 (HIStory)


1. "HIStory" (Tony Moran's HIStory Lesson) – 8:00
2. "HIStory" (Tony Moran's HIStorical Dub) – 7:56
3. "HIStory" (MARK!'s Vocal Club Mix) – 9:10
4. "HIStory" (The Ummah Radio Mix) – 4:59
5. "HIStory" (The Ummah Urban Mix) – 4:19

28 de julho de 2012

Há 33 anos, Michael Jackson lançava o single "Don't Stop 'Til You Get Enough"


"Don't Stop 'Til You Get Enough" é uma canção dos gêneros pop/disco de Michael Jackson. Lançado pela Epic Records em 28 de Julho de 1979, para o quinto álbum de estúdio em carreira solo do cantor, Off the Wall, figura como o primeiro single solo de Jackson em idade adulta e o primeiro lançado para promover o álbum.

Foi a primeira música de Michael em que ele assumiu o controle criativo, compondo-a e co-produzindo-a. Apesar de parecer, Michael disse que a canção não fala sobre sexo. "Don't Stop 'Til You Get Enough" foi a primeira música de Jackson a atingir o número um em sete anos (desde "Ben", lançada em 1972, ainda pela Motown), e seu primeiro #1 em fase adulta. A canção também rendeu a Michael seu primeiro Grammy (na categoria de "Melhor Performance Vocal Masculina de R&B") e American Music Awards (como "Melhor Single de Soul/R&B") de sua carreira.


Em 1977, Michael participou do longa-metragem The Wiz — uma adaptação do clássico livro infantil The Wonderful Wizard of Oz, estrelado apenas com artistas negros e ambientado na cidade de Nova York —, como o corajoso Espantalho. Durante as filmagens, o cantor se aproximou de Quincy Jones — famoso e respeitado empresário e produtor do meio fonográfico —, que atuava como diretor musical do filme.

Devido ao respeito e a admiração que Michael tinha por Quincy, o cantor decidiu pedir conselhos a ele, sobre "qual produtor Jones indicaria para trabalhar em seu mais novo álbum solo". Para surpresa de Michael, Quincy sugeriu ele próprio.

Logo após o término das filmagens de The Wiz, em dezembro de 1977 — e depois de trabalhar com os irmãos em mais um álbum do grupo, Destiny —, Michael e Jones começaram a trabalhar no quinto álbum em carreira solo de Jackson, Off the Wall — figurando como o primeiro lançado por Michael em sua idade adulta, e, efetivamente, o primeiro em que Jackson realmente se envolvia, tanto no processo de composição como no de produção.


"Don't Stop 'Til You Get Enough" é uma faixa de Disco Music lançada no final do movimento. "Não pare até que esteja satisfeito" foi descrito como tendo um "tom libidinoso". A canção começa com um sussuro em um tom sex, logo depois Michael Jackson grita um "Ouww", uma marca vocal de Diana Ross que acabaria se tornando uma marca vocal de Jackson também, assim como os falsetes que lembram as canções disco dos Bee Gees, e os soluços. Jackson gravou o próprio backvocal da música, algo que se repetiria em todos os álbuns solo posteriores do cantor. Esse feito foi possível devido a grande extensão vocal do cantor, de 3.9, algo raro, até mesmo entre cantores famosos por suas potências vocais.


O videoclipe de "Don't Stop 'Til You Get Enough" foi dirigido por Nick Saxton e fez sua estreia mundial em 1979. Diferente do material produzido por Michael Jackson nos anos posteriores, "Don't Stop 'Til You Get Enough" não tem nada de inovador, sendo um típico clipe de música disco. A grande atração do clipe é o sorriso e espontaneidade de Michael, além de seu smoking e o efeito de triplicação da imagem. Veja abaixo o clipe da canção:

27 de julho de 2012

Katherine Jackson deu entrevista a ABC, veja na íntegra

No último dia 25 de julho, Katherine Jackson foi a rede americana ABC, no programa "ABC Nightline" e concedeu uma entrevista exclusiva ao canal, esclarecendo os últimos acontecimentos que envolveram sua família. Veja no vídeo abaixo na íntegra:

[Vídeo] Michael e Paris comemoram o aniversário de Prince Jackson

No vídeo Michael Jackson aparece com a família, comemorando o aniversário de Prince Michael Jackson I. Podemos ver até Michael cantando alguns versos da canção "The Lost Children" do álbum "Invincible" de 2001.

25 de julho de 2012

Randy Jackson diz que mãe volta para casa hoje

Irmão de Michael Jackson falou à rede americana de televisão ABC que Katherine Jackson estará de volta a Los Angeles nesta quarta-feira.


Randy, um dos irmãos de Michael Jackson envolvidos no complô para a revisão do testamento do popstar, disse há pouco em entrevista ao programa Good Morning America, da rede de televisão americana ABC, que sua mãe, Katherine, voltará a Los Angeles ainda nesta quarta-feira. Segundo ele, ela esteve na casa de um familiar no estado do Arizona nos últimos dez dias, se recuperando de um problema de saúde.

Nesta terça-feira, a imprensa americana noticiou que um dos sobrinhos de Jackson, TJ (Tito Joe), manifestou interesse em pedir a guarda das crianças depois de a matriarca da família, Katherine, ser dada como desaparecida e os filhos do cantor quase serem expulsos de casa por uma armação planejada por Randy, Jermaine e Janet. TJ parece ser da ala mais sensata da família. Segundo notícia do site americano TMZ, TJ Jackson acreditaria que a avó pode ter sido sequestrada pelos próprios filhos. Seu pai, Tito, retirou sua assinatura da carta de 17 de julho em que os irmãos pedem a anulação do testamento de Michael, que destina toda a fortuna do cantor para os filhos e a mãe. Ainda não está claro se o retorno de Katherine vai afetar os planos de TJ.

O conflito na família Jackson se deve à luta de parte dos irmãos pelo espólio de Michael. Segundo o site americano TMZ, alguns irmãos do cantor contestam os administradores do espólio pelo fato de nenhum membro da família -- com exceção dos três filhos de Michael e de sua mãe, Katherine -- ter direito à herança do cantor. Janet, Jermaine, Tito, Randy and Rebbie Jackson enviaram uma carta aberta aos administradores acusando-os de terem falsificado o testamento de Michael -- carta da qual agora Tito retirou seu nome.

24 de julho de 2012

Declaração do Espólio de Michael Jackson, aos últimos fatos ocorridos

Agradecemos aos fãs por seu interesse nas questões que têm sido relatadas recentemente em relação ao Estate a a Sra. Jackson.

Nós não vamos comentar mais sobre a carta que recebemos de alguns dos irmãos Jackson. Nós achamos que a nossa carta em resposta fala por si.

Estamos profundamente preocupados com o bem-estar da Sra. Jackson, e mais particularmente com os filhos menores de Michael. Estamos preocupados que nós fazemos o que pudemos para protegê-los de influências indevidas, o bullying, a ganância, e outras circunstâncias infelizes. Enquanto não temos legitimidade para intervir diretamente, temos monitorado a situação e continuaremos a fazê-lo. Acreditamos que medidas estão sendo tomadas e irão protegê-los do que eles estão tendo que lidar.

Levamos estas questões muito a sério e vamos continuar a informar sobre elas de maneira adequada.

Atenciosamente,

John Branca
John McClain
Co-Executors
The Estate of Michael Jackson

MJOnline

The Official Online Team of the Michael Jackson Estate™

23 de julho de 2012

Mãe de Michael Jackson já está com familiares, veja foto

Katherine Jackson foi dada como desaparecida na noite deste sábado, 21.

Após ser dada como desaparecida, a mãe de Michael Jackson, Katherine Jackson, de 82 anos, está em casa de parentes, segundo informações da CNN. Em matéria publicada no site, a advogada de Katherine, Sandra Ribera, conta que o médico Allan Metzger esteve na casa da matriarca no último dia 14 para examiná-la e sugeriu que seria melhor para a sua saúde que ela viajasse. No dia seguinte, a mãe de Michael embarcou com sua filha mais velha, Rebbie, para Albuquerque, no Novo México. Ainda segundo a advogada, quando Paris, filha de Michael, ligou para as tias Rebbie e Janet a procura da avó, elas lhe disseram que ela não poderia falar com ela naquele momento. "As crianças estão tentando entrar em contato com a avó e não conseguem há quase uma semana", disse Ribera. "Eles só ouvem que ela não está disponível". De acordo com a advogada, Katherine nunca passou 24 horas sem falar com os netos. "Nós não temos ideia do que está acontecendo com ela. Ninguém conseguiu falar".

No ano passado, Metzger foi testemunha de defesa do médico Conrad Murray, posteriormente condenado por homicídio culposo na morte de Michael.


Katherine Jackson está no Arizona jogando UNO com os netos, segundo o X17OnLine.


A matriarca da família está num spa no Arizona com Rebbie, e seus netos Stacy e London.


De acordo com o xerife do condado de Pima, Katherine estava bem e parecia estar se divertindo num jogo de Uno com a família: "Nada além de dias de folga", disse.

Paris Jackson pediu ajuda no Twitter

Paris Jackson, filha de Michael, chegou a falar sobre o assunto no Twitter: "Sim, minha avó está desaparecida. Não falo com ela há uma semana. Quero ela em casa agora". No início da semana, Jermaine Jackson havia dito que Katherine estava no Arizona descansando por ordens médicas. Mas Paris pediu que as pessoas chamassem as autoridades caso vissem sua avó. "O mesmo médico que testemunhou em defesa do Dr. Murray [condenado pela morte de Michael Jackson] dizendo que meu pai era um viciado em medicamentos (uma mentira) está cuidando de minha avó... Só dizendo".

22 de julho de 2012

Mãe de Michael Jackson está desaparecida, diz TMZ

Há uma semana parentes não tem notícias de Katherine Jackson.

Katherine Jackson, mãe do cantor Michel Jackson, foi dada como desaparecida na noite do último sábado (21) por familiares. Segundo informações do site internacional TMZ, um sobrinho da senhora foi quem registrou o boletim do desaparecimento no departamento policial de Los Angeles, nos Estados Unidos.


Paris Jackson, filha do Rei do Pop, escreveu em seu perfil no Twitter e confirmou que a avó não foi encontrada.

— Sim, minha avó está desaparecida. Não falo com ela há uma semana. Quero ela em casa agora.

O advogado da família Jackson afirmou a rede de televisão CNN que Katherine sempre mantinha contato com os netos e que não passava mais de 24 horas sem conversar com algum parente.

No começo desta semana, Jermaine Jackson , irmão de Michael, informou que Katherine estava no Arizona descansando por ordens médicas.

20 de julho de 2012

Single "I Just Can't Stop Loving You" completa 25 anos!


"I Just Can't Stop Loving You" foi lançado mundialmente em 20 de julho de 1987, figurando como o aguardado 1º single do seu sétimo álbum solo, Bad, sucessor do extremamente bem sucedido álbum Thriller, 1982. Foi escrita por Michael, e conta com a participação da então iniciante cantora Siedah Garrett. Não foi gravado nenhum videoclipe para essa canção, ao contrário dos singles posteriores, também lançandos para promover o álbum.


Existem quatro versões diferentes de "I Just Can't Stop Loving You": Duas em inglês (em uma a canção inicia-se com Michael sussurando e outra, a mais conhecida, isto é, a que está presente no álbum), e em francês e em espanhol. Em 2011 a canção apareceu num mashup com as músicas "Todo Mi Amor Eres Tu" e 'You Are Not Alone" no disco "Immortal". Ouça as faixas abaixo:







Comercialmente
"I Just Can't Stop Loving You" estreou na 37ª posição na Hot 100 da Billboard americana e, consequentemente teve a melhor estreia de 1987. Em sua segunda semana já estava na 16ª posição e em sua terceira estava já em 1º. Também alcançou a 1ª posição na parada de singles inglesa.


Michael Jackson apresentou "I Just Can't Stop Loving You" ao vivo em suas Bad World Tour (com a participação de Sheryl Crow, uma de suas backing vocals, na parte em que Siedah canta), Dangerous World Tour (com a participação da própria Siedah) e cantaria em sua This Is It Tour (com a participação de sua backing vocal Judith Hill). 

Veja a última performance ao vivo de "I Just Can't Stop Loving You" que ocorreu nos ensaios de "This Is It", no início do vídeo, Michael interpreta alguns versos da versão espanhola, veja:

19 de julho de 2012

Carta dirigida ao Espólio faz Paris Jackson desabafar pelo Twitter, diz site

Segundo o 'TMZ', Paris Jackson repreendeu Randy Jackson por supostamente espalhar mentiras sobre a família.

Paris Jackson não quer saber de ficar calada e usou o Twitter, nesta quarta-feira, 18, para "chamar de mentiroso" um de seus tios, Randy Jackson.

Explica-se: de acordo com o "TMZ", na noite da terça-feira, 17, uma carta em nome dos irmãos Randy, Jermaine, Janet, Tito e Rebbie Jackson que vazou na internet, na qual o grupo pede que John Branca e John McClain, que controlam o espólio de Michael Jackson, peçam demissão do cargo, alegando que os dois não só falharam em seus deveres como também se aproveitaram da família e causaram estresse e teriam provocado até um mini-infarto a Katherine Jackson, matriarca do clã.

No mesmo dia do vazamento, -pelo Twitter, Randy Jackson confirmou a autoria da carta.

Nesta quarta-feira, 18, no entanto, Paris usou sua própria conta no Twitter para desmentir a história. "Eu vou esclarecer neste momento que as coisas que foram ditas sobre a minha avó são apenas boatos e que nada aconteceu. Ela está completamente bem", escreveu.

Logo depois, a filha do meio de Michael continuou: "Eu gostaria de saber quem inventou esse boato... Eu vou defender minha amada avó com todas as minhas forças, ainda que seja de membros da minha própria família."

Como se não bastasse, minutos depois, Paris enviou uma mensagem direcionada a Randy. "Olá, querido membro da minha FAMÍLIA, eu não gosto de você falando para todo mundo coisas que não são verdade, muito obrigada", completou. Quando questionada por outro usuário do Twitter de que deveria ter mais respeito com o próprio tio, Paris retrucou: "Talvez ele devesse ter mais respeito com a própria mãe."

Desde então, Paris deletou as últimas mensagens de sua conta no microblog.

18 de julho de 2012

Declaração do Espólio de Michael Jackson sobre carta divulgada dos irmãos do Rei do Pop

Recentemente, uma carta foi publicada on-line de alguns dos irmãos de Michael Jackson, a quem Michael preferiu não citar em seu testamento, questionando a validade do documento e a nomeação de John Branca e John McClain como seus executores. Aqui está uma declaração dos advogados para o Estate, em resposta à postagem online:

Quaisquer dúvidas sobre a validade do testamento de Michael e sua escolha de executores foi minuciosamente e completamente desmascarada dois anos atrás, quando uma contestação foi rejeitada pelo Tribunal Superior de justiça do condadato de Los Angeles, o Tribunal de Apelações da Califórnia e, finalmente, a Suprema Corte da Califórnia.

Sob a supervisão do juis da Corte Superior de Los Angeles, Mitchell Beckloff, os co-Executores John Branca e John McClain diligentemente vem realizando seus deveres fiduciários, assim como a sua obrigação com Michael para se certificar de que sua propriedade beneficia apenas os membros da família que ele nomeou em seu testamento – sua mãe e seus três filhos.

Estamos tristes que as acusações falsas e difamatórias fundamentadas em teorias de conspiração obsoletas da Internet estão agora a ser feitas por certos membros da família de Michael, a quem ele escolheu deixar de fora de seu testamento. Estamos especialmente desanimados que eles vêm num momento em que um progresso notável foi feito para garantir o futuro financeiro de seus filhos, girando em torno das finanças da propriedade, bem como durante uma época em que muitos dos fãs de Michael, os antigos e os novos, estão desfrutando de sua arte através de excitantes novos projetos.

The Official Online Team of the Michael Jackson Estate™

17 de julho de 2012

Objetos de Michael Jackson e Beatles em leilão na Argentina

Os itens do leilão pertenciam ao jornalista brasileiro Haroldo Coronel, que começou sua coleção há 25 anos.

Buenos Aires - Uma jaqueta vermelha de Michael Jackson e um quadro com fotos dos Beatles foram as peças mais cobiçadas de um variado leilão realizado em Buenos Aires com mais de 800 objetos de personagens do mundo artístico, evento que arrecadou cerca de US$ 131 mil, disseram nesta sexta-feira à Agência Efe os organizadores.

Os itens do leilão pertenciam ao jornalista brasileiro Haroldo Coronel, que começou sua coleção há 25 anos.


A jaqueta vermelha do "Rei do Pop" e o quadro dos Beatles, ambos autografados pelos respectivos músicos, foram o destaque do leilão, realizado nesta semana, ao serem vendidos por 25 mil pesos argentinos (cerca de R$ 11 mil).

O leilão conseguiu vender cerca de 70% dos lotes e "cumprir as expectativas", afirmou Carlos Rocca, coordenador de avaliadores do Banco Ciudad, a entidade que se encarregou da organização do evento.

Os fãs de Marilyn Monroe se encarregaram que nenhuma das fotografias da atriz ficasse sem dono e o calendário original de 1955, no qual aparece nua sobre um tecido vermelho, foi vendido por 4 mil pesos (R$ 1,8 mil).

Entre os favoritos dos compradores estava também um violão autografado por Eric Clapton, cujo preço de venda foi quatro vezes maior que o inicial.

Haroldo, que mora na capital argentina, disse à Agência Efe que ainda guarda uma grande coleção de objetos "memoráveis" e prepara outro leilão para novembro "com uma temática mais nacional".

16 de julho de 2012

Conheça os detalhes da maleta "Bad 25 Collectors Edition Box"

Você está querendo conhecer o que tem dentro do "Bad 25 Collectors Edition Box"? Se assim for, aqui é sua primeira chance de ver o interior da caixa:






Compre o seu em Pré-venda agora!

O Bad 25 Collectors Edition celebra o 25º aniversário do álbum histórico de MJ, o "Bad". Ela inclui os 3 CD e o DVD Bad 25 Deluxe Edition, juntamente com outros produtos criados especialmente para o pacote. 

Nós vamos mostrar-lhe o que tem nos outros compartimentos da caixa em breve. Certifique-se de obter atualizações do site MichaelJackson.com. Você pode pré-encomendar o exclusivo "Bad Collectors Edition 25" agora.

# WhosBAD

14 de julho de 2012

Dívida de US$ 500 milhões de Michael Jackson é parcialmente paga


O Espólio responsável por administrar as divídas deixadas por Michael Jackson após sua morte, em 2009, arquivaram documentos judiciais que comprovam que mais de US$ 475 milhões dos US$ 500 milhões devidos pelo rei do pop já foram pagos. As informações são do site Celebrity NetWorth.

Ainda segundo a publicação, é esperado que o restante dos débitos sejam totalmente quitados até o final do ano. Grande parte do valor arrecado para o pagamento são oriundos da venda de CD's e merchandisings que levam o nome de Michael.

13 de julho de 2012

Hoje na HIStória: Michael Jackson lançava o single "Jam"


"Jam" é uma música de Michael Jackson de seu álbum Dangerous de 1991. O single foi lançado em 13 de julho de 1992 e foi re-lançado em 2006 como parte da coleção Visionary: The Video Singles. A parte rap da música é de Heavy D & the Boyz. O videoclipe apresenta um ícone da NBA: Michael Jordan. A música também apresenta o time de Jordan no ano de 1992, o Chicago Bulls. A canção foi usada por Michael Jackson em sua abertura da turnê mundial Dangerous World Tour em 92 e 93.


Lançado como quinto single do álbum Dangerous, de 1991, Jam se diferencia pelas batidas alternadas que lembram muito o hip hop, ritmo que ganhou impulso entre o fim da década de 80 e o início da década de 90. A canção foi uma das primeiras músicas de artistas pop que começaram a aderir o rap no meio da melodia. Algo que se tornou frequente nos anos seguintes. A música começa com um som semelhante ao de um vidro quebrando, o que tornou-se uma de suas marcas registrada. Aos 3:07 da música, um Rap, performado por Heavy D., é intercalado com a música. A música foi escolhida para abrir os shows da mega-turnê mundial Dangerous World Tour. A música foi indicada a dois Grammys, de "Melhor performace vocal em R&B" e "Melhor canção de R&B".


O videoclipe de "Jam" se destaca dos demais vídeos do cantor por apresentar a estrela do basquete americano da NBA, Michael Jordan. No vídeo, Jordan joga basquete com Jackson e depois tenta ensinar a ele alguns lances do jogo. Em uma versão estendida do vídeo, a uma sequência onde Jackson ensina a Jordan alguns passos de dança, principalmente o Moonwalk. A sequência completa do videoclipe encontra-se no DVD Dangerous - The Short Films.



O single ficou em 3º e 4º lugar simultaneamente nos Charts da Billboard para R&B/Hip Hop e Dance music/Club Play respectivamente. Na Itália, a música alcançou a 11ª posição e na Suíça alcançou a 4ª posição.

12 de julho de 2012

Single "Ben" completa 40 anos de lançamento

"Ben" é uma canção de autoria de Donald Black e Walter Scharf, gravada em 1972 por Michael Jackson, então adolescente, para a gravadora Motown. A canção foi lançada como único single do álbum em 12 de julho de 1972.

O hit foi composto originalmente para Donny Osmond, e oferecido a Michael devido à indisponibilidade de Osmond, em turnê na época. A canção foi tema de um filme de mesmo nome naquele mesmo ano (a continuação do filme de suspense sobre ratos assassinos Willard, de 1971).




O single passou uma semana no topo da Billboard Hot 100, principal parada pop americana. O single também chegou à primeira posição na parada pop australiana, onde passou oito semanas. Tornou-se o primeiro de 12 sucessos de Michael Jackson a atingirem o topo das paradas nos EUA, e foi seu primeiro a fazê-lo já como artista solo.

Incluído posteriormente no álbum homônimo, "Ben" venceu um Globo de Ouro de Melhor Canção e foi indicado ao Oscar de Melhor Canção Original.

Veja o vídeo abaixo em que Michael performou a música na 45º entrega do Oscar em 1973:

11 de julho de 2012

Há 24 anos, Michael lançava o single "Another Part Of Me"


Exatamente em 11 de julho, "Another Part of Me" foi lançada em 1988 como sexto single do álbum Bad. A canção foi concebida originalmente para o curtametragem Captain EO, da Disney, estrelado por Michael Jackson. A canção logo atingiu o #1 na parada de R&B da Billboard. A canção está presente no jogo Michael Jackson's Moonwalker.


Tal como acontece com canções anteriores em sua carreira, como "Can You Feel It" e "We Are the World", as letras enfatizam a unidade global, o amor, divulgação e possíveis temas religiosos.


A canção também foi destaque no trailer de Moonwalker de Michael Jackson filme de 1988, e a música foi apresentada no vídeo jogo Grand Theft Auto: Episodes from Liberty City, na estação de rádio FM Vice City.


O videoclipe oficial da música, dirigido por Patrick Kelly, na verdade é uma edição de duas performances de Michael: uma em Paris e outra em Londres no Wembley Stadium ambas durante a Bad World Tour. Assista abaixo:

10 de julho de 2012

Spike Lee vai lançar documentário sobre Michael Jackson

O cineasta norte-americano Spike Lee está preparando um documentário sobre o álbum "Bad" (1987), de Michael Jackson, informa a agência Associated Press.

Lee, que já trabalhou com o popstar e o considerava um amigo, afirmou que "há imagens nunca vistas anteriormente, coisas que Michael filmava ele mesmo, cenas de bastidores". "Nós tivemos acesso irrestrito ao acervo dele", disse o cineasta durante uma entrevista na segunda-feira (9). Segundo o diretor, Michael escreveu 60 músicas para "Bad", mas somente 11 entraram no disco. "Então tivemos muita coisa para ouvir, foi uma experiência ótima", detalhou.



O documentário deve ser lançado no final deste ano, como parte das comemorações do aniversário de 25 anos de "Bad".

Lee contou também que o documentário mostrará o lado mais pessoal do rei do pop. "Ele tinha um senso de humor ótimo, ele era engraçado, então você verá muito disso", revela. Além disso, conta o diretor, haverá entrevistas com artistas, desde Kanye West a Sheryl Crow, que foi cantora de apoio na turnê de "Bad".

"Nós dividimos o documentário em duas partes: artistas que foram influenciados por Michael e pessoas que trabalharam lado a lado com ele, músicos, compositores, técnicos e engenheiros de áudio, gente de gravadora."

Lee ainda planeja um tributo a Michael Jackson no Brooklyn, em Nova York, em 25 de agosto --no dia 29, ele completaria 54 anos.

Veja o vídeo abaixo exclusivo publicado no michaeljackson.com mais cedo:

9 de julho de 2012

Artista recria coreografia de Michael Jackson com 'Super Moonwalk'

O artista de rua Eric Nash, que publica vídeos no YouTube sob o apelido de One Love CandyMan, divulgou na última quinta-feira (5) a sua recriação da famosa coreografia “Moonwalk”, consagrada pelo cantor Michael Jackson.

As imagens já ultrapassaram as 2 milhões de visualizações -- ele não especificou o lugar da gravação na descrição disponibilizada no YouTube.

No vídeo, Nash faz uma espécie de moonwalk extremo, com passadas mais largas (veja o vídeo).

7 de julho de 2012

Hoje na HIStória: Há 3 anos era realizado o "Michael Jackson's Memorial"

Há exatos 3 anos, era realizado o "Michael Jackson's Memorial" em homenagem ao Rei do Pop.

Aconteceu algumas semanas após a ida do maior da música Pop, o mundo inteiro assistiu essa bela homenagem. O momento mais marcante, foi quando Paris Jackson fez uma declaração muito emocionante.

Essa é considerada a cerimônia mais vista na TV e na internet. Mais de 2 bilhões de pessoas assistiram ao memorial.

Na foto, Queen Latifah dá seu depoimento do quanto grande é Rei do Pop e o quanto ele foi importante para a música:

6 de julho de 2012

Livro "My Friend Michael", escrito por Frank Cascio será lançado no Brasil


O livro "My Friend Michael" (em português: Meu amigo Michael), escrito por Frank Cascio, ex-assistente do Rei do Pop, chega às prateleiras das livrarias brasileiras no mês de agosto. No livro, Cascio mostra inúmeras fotos inéditas de seu arquivo pessoal, a sua versão sobre o vício em remédios e o interesse de Jackson por Lady Di. Promessa de polêmica no ar.

Veja abaixo algumas fotos do livro, que presenciam os momentos de Michael aqui no Brasil:

5 de julho de 2012

Loosli Design fala sobre a nova parceria com a Pepsi


A agência de publicidade Loosli Design, que ficou encarregada de criar uma nova edição limitada para as "Latas Pepsi Michael Jackson Bad 25", enviou um comunicado do porque fazer essa arte tão especial para o Rei do Pop. Leia a seguir:

Pepsi & The King of Pop

"Fomos convidados a produzir dos conceitos da Pepsi para comemorar o 25 º aniversário do álbum Bad de Michael Jackson, através da campanha "Live For Now". Criamos um trabalho de ilustração personalizado destinados à embalagem de edição limitada e publicidade ao ar livre a ser centrado em torno dos eventos: MTV Music Awards e o American Music Awards.

O briefing nos pediu para captar a energia e emoção de sermos pegos pelo momento. Esses momentos na vida onde você pode simplesmente aproveitar a vida ao máximo, sem pensar no passado ou no futuro. Trouxemos este "momento" para a vida através de cores vivas e formas com o Rei do Pop no centro de tudo."

Role & Medium: Direção de Arte, Design de Embalagem, Ilustração
Direção de criação: Stanley Hainsworth, Steve Barrett, Dan Smith

4 de julho de 2012

Mais figurinos de Michael Jackson entram em exposição

A casa de leilões Julien's Auction em parceria com o Museu de Ícones de Newbridge Silverware na Irlanda, está apresentando uma nova exposição com itens do figurino de Michael Jackson, que foram criados por Dennis Tompkins e Michael Bush, alfaiates oficiais do Rei do Pop.

Entre os itens em exposição, estão em destaque o capacete usado por Michael na "Intro" da "HIStory World Tour" entre 1996 e 1997, a jaqueta da "Bad World Tour" usada em "Wanna Be Startin' Somethin'", a jaqueta de "Jam" na "Dangerous World Tour" e além de várias luvas do Rei.

Na Irlanda a exposição dos itens irá acontecer até 29 de julho e ainda seguirá para os países da Ásia e America do Sul, antes de serem leiloados em 02 de Dezembro deste ano. 


Confira as fotos:

3 de julho de 2012

Hoje na HIStória: Michael Jackson lançava o single "Liberian Girl"


"Liberian Girl" foi lançada em 03 de julho de 1989 como nono single do álbum "Bad" de 1987. A canção foi escrita já em 1983 e esteve entre os considerados para o álbum Victory dos "The Jacksons". A canção foi reformulada e reescrita para "Bad". A canção foi lançada como single na Europa e na Austrália.

A canção começa com a frase língua suaíli "Naku Penda pia, Naku Taka pia, Mpenziwe!" (Eu também te amo, eu te quero também, meu amor!), que foi cantada pela cantora Sul-Africana Letta Mbulu (embora suaíli só ser falada na costa oposta da África).


Dirigido por Jim Yukich, o vídeo para a canção caracterizou muitos dos amigos celebridades de Michael Jackson que o esperam no set para filmar o vídeo da música, apenas no final eles descobrem que ele estava filmando-os o tempo todo. Veja a ordem de aparição dos artistas no vídeo:


Beverly Johnson
Malcolm-Jamal Warner
Sherman Hemsley
Brigitte Nielsen
Paula Abdul
Carl Weathers
Whoopi Goldberg
Quincy Jones
Jackie Collins
Amy Irving
Jasmine Guy
Rosanna Arquette
Lou Diamond Phillips
Olivia Newton-John
John Travolta
Corey Feldman
Steven Spielberg
Debbie Gibson
Rick Schroder
Blair Underwood
"Weird Al" Yankovic
Bubbles
Suzanne Somers
Lou Ferrigno
Don King and "Son"
Mayim Bialik
Virginia Madsen
David Copperfield
Billy Dee Williams
Richard and Emily Dreyfuss
Danny Glover
Olivia Hussey
Dan Aykroyd
Steve Guttenberg

O videoclipe de "Liberian Girl" estão nos álbuns de vídeo: "HIStory On Film, Volume II" e no "Vision", veja o clipe:

Hoje na HIStória: Michael Jackson lançava o single "Human Nature"


"Human Nature" foi lançada como single em 03 de julho de 1983 e é uma canção de Pop/R&B composta por Steve Porcaro e John Bettis. Foi produzida por Quincy Jones e pelo próprio Michael Jackson para o sexto álbum solo do cantor, Thriller, de 1982. Inicialmente Porcaro havia gravado uma fita demo da canção, que deu para Jones - que por sua vez conseguiu incluir a balada no álbum, como a última a ser selecionada, substituindo "Carousel" na listagem final.

"Human Nature" foi lançada como o quinto single do álbum, e conseguiu chegar à segunda posição na parada de sucesso Hot Adult Contemporary da revista americana Billboard, e sétimo lugar no Hot 100, tornando-se o quinto hit de Jackson a chegar aos Top 10. A balada também conseguiu avaliações positivas de diversos críticos, e inúmeros artistas fizeram suas versões da canção, como Miles Davis, Nas, Boyz II Men e os brasileiros Waly Salomão e Jorge Salomão, que fizeram uma versão em português da música, "Natureza Humana", cantada por Dulce Quental no disco Délica, de 1986.


"Human Nature" foi composta por Steve Porcaro, da banda Toto, e John Bettis, para o álbum Thriller, de Michael. Inicialmente Porcaro havia gravado uma demo bruta da música numa fita cassete; Seu companheiro de banda David Paich deu então a fita, que continha mais outras duas canções de sua autoria, a Quincy Jones, com a esperança de inclui-la no álbum. Jones não gostou das músicas de Paich, porém gostou de "Human Nature"; segundo ele, "De repente, no final, há todo aquele silêncio, e então: why, why, dah dah da-dum dah dah, why, why. Só uma letra boba, e uma coisa bem esquelética - eu tenho arrepios só de falar dela. Disse: 'É para aí que eu quero que a gente vá, porque ela tem um sabor tão maravilhoso'." "Human Nature" foi a última canção a ser selecionada para o álbum, tirando "Carousel" da lista final de faixas. Recentemente a música foi regravada pela cantora brasileira Ivete Sangalo, a canção está no seu décimo primeiro álbum e gravado em 4 de Setembro de 2010 no Madison Square Garden.


A canção obteve um sucesso moderado nas paradas de sucesso dos Estados Unidos, chegando à segunda posição da Hot Adult Contemporary na Billboard e sétima na Hot 100; tornou-se o quinto single de Thriller a atingir as dez primeiras posições. "Human Nature" figurou na posição de número 27 na parada de singles R&B.

John Rockwell, do jornal americano The New York Times, declarou que "Human Nature" era uma "balada perturbadora e taciturna", com um refrão "irresistível". O site Allmusic aponta que a "gentil e adorável" "Human Nature" coexistia confortavelmente com a "durona e amedrontada" "Beat It", e posteriormente a descreveu como um "rock suave".

Analisando o álbum Thriller, a revista Slant expressou sua apreciação pela canção, declarando que era "provavelmente a melhor composição musical do álbum, e seguramente uma das únicas baladas de A/C de sua época que merecem ser recordadas". A revista também acrescentou que as "harmonias amanteigadas" da faixa eram poderosas. A revista Stylus também louvou a canção, descrevendo-a como a "mais suave das baladas", e que a música "faz pouco para incorporar a mensagem da canção", acolchoando a "voz vítrea" de Michael em "sintetizadores enevoados e baterias abafadas".

Bill Lamb, do site About.com, analisou a faixa 25 anos depois de seu lançamento. Em sua opinião, a canção "estabeleceu um modelo do que se tornaria o R&B adulto." Todd Gilchrist, numa crítica de 2008 do site IGN explicou que os elementos de "Human Nature" funcionavam melhor hoje em dia do que faziam à época de sua composição, acrescentando que isso pode ser porque, em sua opinião, o R&B moderno "é uma porcaria".

Tom Ewing, crítico da Pitchfork Media, descreveu a canção com "derretidamente afetuosa", e a MTV acrescentou definindo-a como uma "balada etérea". A revista Rolling Stone alegou que a canção, que descreveu como "lindamente frágil", era tão aberta e corajosa que fez "She's Out of My Life" parecer falsa. O jornal Los Angeles Times concluiu que era a interpretação de Michael que fazia a "balada média" decolar. Assista abaixo a performance ao vivo de "This Is It" de "Human Nature":

2 de julho de 2012

Pepsi mostra nova arte das latas limitadas "Bad 25"



A Pepsi em parceria com a empresa Loosli Desing especializada em ilustrações publicitárias criaram uma nova arte e versão para lata ''Bad 25''.


Pelo o que informam a nova versão da latinha que comemora os 25 anos do álbum Bad, supostamente serão comercializadas em um lote limitado somente nos Estados Unidos, durante o "MTV Music Awards" e "American Music Awards".


Ficou espetacular o resultado final da arte, veja ela na Lata, no outtaxi e no outdoor: