27 de fevereiro de 2012

Conheça mais sobre "One Day In Your Life". O álbum não reconhecido por Michael como de estúdio

One Day in Your Life, apesar de não ser um lançamento solo oficial, foi divulgado como um álbum solo “perdido” de Michael Jackson, lançado pela Motown Records em 1981. Alguns chamaram o álbum de lançamento de “estúdio”, enquanto outros o chamaram de uma compilação das gravações de Michael de meados dos anos 70, quando ele estava entre os 15 e 17 anos.



Na verdade, algumas das canções foram retiradas de gravações do Jackson 5 para completar o disco. A Motown admitiu mais tarde que o álbum foi uma forma de gerar dinheiro rápido aproveitando o sucesso do disco Off the Wall de Michael. A música-título se tornou um hit mundial, especialmente no Reino Unido. Veja a track listing do álbum:


1. "One Day in Your Life" (Armand/Brown)
2. "Don't Say Goodbye Again" (Sawyer/Ware)
3. "You're My Best Friend, My Love" (Brown/Yarian)
4. "Take Me Back" (Holland/Holland)
5. "We've Got Forever" (Willensky)
6. "It's Too Late to Change the Time" (Sawyer/Ware)
7. "You Are There" (Brown/Meitzenheimer/Yarian)
8. "Dear Michael" (Davis/Willensky)
9. "I'll Come Home to You" (Perren/Yarian)
10. "Make Tonight All Mine" (Perren/Yarian)

25 de fevereiro de 2012

Nova coletânea: Michael Jackson "Icon"

No próximo dia 6 de março de 2012, a  gravadora Motown, estará lançando a mais nova coletânea do Rei do Pop, com os grandes sucessos da sua carreira solo pela Motown.


24 de fevereiro de 2012

Veja o clipe promocional do disco I do álbum HIStory

Em 1995, Michael lançava o álbum "HIStory: Past, Present and Future - Book I", que detém a capa mais cara da história da música, no disco I (chamado HIStory begins) do álbum, tem 15 músicas de sucesso do álbum "Off The Wall" ao "Dangerous", para promover esse disco do álbum HIStory, a gravadora Epic fez um mix das canções com um clipe promocional, veja:

22 de fevereiro de 2012

Unidos da Tijuca homenageia Michael Jackson novamente

Unidos da Tijuca inclui Michael Jackson novamente em seu desfile na Sapucaí, no carnaval do desfile das escolas de samba do Rio de Janeiro. Esse ano a homenagem para o Rei do Pop foi no carro das realezas.

Michael aparece como segunda realeza, logo atrás de Luiz Gonzaga, que foi o homenageado da escola. Veja na imagem abaixo:


21 de fevereiro de 2012

Hoje, o single "Behind The Mask" faz 1 ano

Em 21 de fevereiro de 2011, Michael Jackson lançava o terceiro single do álbum “Mi­chael”, era a canção: "Behind the Mask".


20 de fevereiro de 2012

Recadinho de carnaval!

Curtam o carnaval, com muita paz, saúde e Michael Jackson! Ótimo feriado galera!


17 de fevereiro de 2012

Billboard esclarece sobre o recorde de Michael Jackson e Katy Perry

Sem dúvidas um dos assuntos mais comentados dos últimos dias é o relançamento do álbum de Katy Perry, e com isso, o recorde importante que Michael Jackson e Katy Perry dividem com mais #1′s de um único álbum.

Katy se inspira em Michael para figurino do Grammy 2012
A Billboard já tinha se pronunciado anteriormente, declarando que “caso Part Of Me ou qualquer outra música do Teenage Dream: The Complete Confection atingir o primeiro lugar da Hot 100, ela NÃO contará para o Teenage Dream”. Sendo assim, Katy e Michael continuariam empatados de qualquer forma. Mas, essa semana, um fã de Katy Perry que quer tirar o recorde de Michael Jackson questionou o diretor de charts da Billboard, Silvio Pietroluongo, sobre isso:

“Eu acabei de ler o artigo que diz que Katy e Michael continuarão empatados com o recorde. Estou confuso. Alguma regra mudou? Essa edição especial parece sido ter feita da mesma forma que outras edições especiais no passado, por exemplo a de Rihanna, Beyoncé, Usher e muitos outros. Em todos esses casos, os singles lançados foram creditados como o álbum original. Por exemplo, o álbum “Good Girl Gone Bad” da Rihanna tem 5 músicas TOP10, sendo 3 do cd original e 2 do relançamento “Reloaded”.

Eu não vejo diferença entre esse exemplo e o de Katy. Já que ela causou tanta “polêmica” igualando o recorde do rei do pop, eu tenho certeza que todos vão prestar muita atenção nessas 3 músicas novas, incluindo o primeiro single Part Of Me. [...]“

A resposta:

“A Billboard sempre tenta fazer o melhor ao associar os singles aos seus respectivos álbuns, mas eu admito que é uma tarefa difícil. Como sabe, nos últimos anos a prática de lançar versões deluxe ou “reformuladas” de álbuns virou comum entre os artistas.
Algumas só adicionam uma música nova a tracklist, outras só fazem o lançamento digital do álbum (por exemplo, o single “Domino” da nova versão do álbum da Jessie J). Temos também alguns que adicionam apenas algumas músicas novas em versões modificadas (“Good Girl Gone Bad: Reloaded”), e claro, temos outros que recebem uma “repaginada” mais completa, assim como é o caso de Perry. Então, não posso dizer que a Billboard mudou sua regra de contar números #1′s para seus respectivos álbuns, sendo que a principio nós nunca tivemos uma regra clara sobre isso.
Dito isso, ‘Perry e Jackson estão empatados com maior número de #1′s no Hot 100 com apenas um lançamento’. Se o novo single da Katy Perry atingir o topo da Billboard Hot 100, nós podemos dizer que ‘Perry alcançou seis números #1s com o Teenage Dream e com o seu re-lançamento. Ela continua empatada com Michael em número de #1′s com apenas um álbum lançado”.

Ou seja,  por enquanto não há quem tire o recorde de 5 singles #1 do mesmo álbum de Michael Jackson, a não ser que isso aconteça no futuro com algum outro álbum.


Do Billboard.com

Hoje na HIStória: Michael lançava os singles "Rockin' Robin" e "We're Almost There"


"Rockin' Robin" é uma canção escrita por Leon René sob o pseudônimo de Jimmie Thomas, e gravada por Bobby Day em 1958.
Michael Jackson gravou uma versão cover de "Rockin 'Robin" em 1972, ano em que foi lançado em seu primeiro álbum solo, Got to Be There. O single foi lançado em 17 de fevereiro de 1972 e foi o segundo single da carreira solo do Rei do Pop. Foi o maior hit do álbum, chegando a posição #2 no Hot 100 e R&B da Billboard. Veja abaixo Michael cantando "Rockin' Robin":


Já em 17 de fevereiro de 1975, Michael lançava o primeiro single do seu terceiro álbum solo, "Forever, Michael", era a canção "We're Almost There", que conseguiu atingir a posição #2 no chart da Turquia. O single e o cover que Michael apresentou teve mais destaque do que as versões anteriores.



Ouça abaixo a canção "We're Almost There", do álbum "Forever, Michael":

16 de fevereiro de 2012

Próximo destino da Immortal World Tour deverá ser o México



Para este ano, o Cirque du Soleil planeja levar ao México as acrobacias de seus artistas ao ritmo da música do Rei do Pop, com a Immortal World Tour. Mario D'Amico, vice-presidente sênior de marketing do Cirque, disse em entrevista que a companhia pretende visitar as terras astecas em 2012, embora não tenha confirmado que será possível.

"O show que criamos com Michael Jackson, que está rodando o mundo atualmente, deverá passar pelo México também ainda este ano, creio eu", disse D'Amico.

Michael Jackson: The Immortal World Tour já visitou cidades como Los Angeles, Nova Iorque e Las Vegas, e em junho estará na Europa. Uma vez terminada a turnê mundial, a companhia teatral instalará em Las Vegas outro espetáculo inspirado nas canções do Rei do Pop.

"Em Junho de 2013, abriremos um show permanente de Michael Jackson no Mandalay Bay Resort & Casino, porém não será o mesmo show que corre o mundo. Serão utilizados alguns elementos, mas terá um atrativo diferente. Será um novo espetáculo."

"Não vi todo o projeto ainda, mas acredito que este vá ser muito mais teatral, pois muitos shows, quando estão em uma localização estabilizada, abrem novas possibilidades no que diz respeito a interpretação dos artistas", disse D'Amico em sua conferência no SAP Forum 2012.

criteriohidalgo.com

15 de fevereiro de 2012

Em 1993, Michael lançava o single "Give In To Me"


"Give in to Me" foi o sétimo single do álbum Dangerous de Michael Jackson, lançado em 1991. O single, lançado em 15 de fevereiro de 1993, foi um sucesso absoluto na Nova Zelândia, alcançando a 1ª posição por quatro semanas consecutivas. É o segundo maior sucesso de Jackson na Nova Zelândia, ficando atrás apenas de "Billie Jean".
A canção tem participação do na época guitarrista do Guns N' Roses, Slash, que viria a aparecer em todos os álbuns seguintes do cantor. O lado-B so single, vem com outras canções de rock do cantor como, Dirty Diana e Beat It (com participações de Steve Stevens e Eddie Van Halen, respectivamente).




Desde que "Beat It", havia quebrado barreiras raciais em 1983 fazendo rádios voltada para o público branco tocar música de negro e vice-versa, Michael Jackson decidiu investir mais no rock, sempre convidando grandes guitarristas para fazer solos em suas músicas. Michael então convidou Slash, guitarrista que estava no auge na época, para fazer uma participação no seu novo álbum Dangerous. O guitarrista fez uma participação na música "Black or White", tocando o riff introdutório. Jackson nem estava na sessão quando Slash gravou sua parte o que o deixou decepcionado, segundo Bottrell, produtor do single.
Um ano depois, Slash recebeu uma ligação de MJ. Ele tinha uma poderosa balada, "Give in to Me", e queria que Slash fizesse um solo. "Ele me mandou uma fita com a música e não tinha nenhuma guitarra, a não ser algumas pegadas lentas. Liguei para ele e cantei pelo telefone o que queria fazer" disse Slash. Durante as gravações de Give in to Me, Michael e Slash finalmente se encontraram.




No curta de "Give in to Me", Michael aparece como se fosse membro de uma banda de rock. No video, além de Slash, outros membros do Guns N' Roses aparecem, como Gilby Clarke e Teddy Andreadis. A última cena mostra um volt escorrendo sobre o corpo de Michael e Slash, um efeito não intencional que foi deixado, por uma última vez antes de desaparecer. De acordo com Jackson - quando foi entrevistado por Oprah Winfrey - foi filmado em apenas cerca de 2 horas na Alemanha no final de agosto de 1992. A pirotecnia que aparecem no vídeo são gerados por computador e foram adicionados mais tarde. Veja abaixo o videoclipe de "Give In To Me":

14 de fevereiro de 2012

Há 29 anos, Michael lançava o single "Beat It"

Em 14 de fevereiro de 1983, o Rei do Pop lançava "Beat It", que foi o terceiro single do álbum "Thriller" de 1982. Composta por Michael Jackson, a canção marca um momento histórico para o cenário musical, onde as barreiras entre a música negra e branca começaram finalmente a ser quebradas. O solo de guitarra da canção, interpretado por Eddie Van Halen, é considerado um dos melhores solos de todos os tempos. Por causa de sua letra a música se tornou um hino anti gangues, chegando ao final de 1983 em primeiro lugar nas paradas musicais, ao lado de outra de suas músicas, "Billie Jean".


Quincy Jones havia pedido para Michael compor uma música de rock para o novo álbum que seria lançado, Jackson então compos Beat It. Jones assim que ouviu, falou que era exatamente o que ele queria, uma canção de rock.
Eddie Van Halen foi então convidado para fazer o solo de guitarra da canção. Durante as gravações de "Beat It", um alto-falante chegou a explodir no estúdio. Jones falou: "Nunca tínhamos visto nada como aquilo em 40 anos que eu estava no ramo. Foi nessa época que comecei a ver a loucura que era a vida de Michael, durante as sessões de Thriller".


O videoclipe de "Beat It" foi dirigido por Bob Giraldi e recebeu vários prêmios como o American Music Awards, Billboard Video Awards, The Black Gold Awards, além de ser introduzido no Music Video Producer's Hall of Fame. A coreografia foi a primeira em que Michael Jackson aparece dançando na frente com vários dançarinos repetindo seus movimentos, algo que se tornou marca registrada em suas performaces. Entre os dançarinos há cerca de 80 membros de gangues de verdade. A jaqueta de couro vermelha cheia de zípers utilizada por Michael ficou marcada como ícone da moda e se tornou objeto de desejo e inspiração. Assista abaixo o videoclipe de "Beat It":

13 de fevereiro de 2012

Há 23 anos, Michael lançava o single "Leave Me Alone"


"Leave Me Alone" foi o oitavo single lançado em 13 de fevereiro de 1989 do álbum "Bad" de Michael Jackson. Ele apenas apareceu nas versões em CD do álbum e não foi lançado como single nos Estados Unidos. O videoclipe da música está inserido no filme Moonwalker, estrelado por Jackson. O single tornou-se número 1 no Reino Unido, sendo a melhor vendagem de 1989 naquele país. Apesar de ter sido um sucesso de público e crítica, a música nunca fez parte de nenhuma turnê de Michael. No Brasil ele ficou em segundo lugar nas paradas.


O videoclipe de "Leave Me Alone" foi dirigido por Jim Blashfield e ganhou um
 Grammy por melhor videoclipe no Grammy Awards 1990. O vídeo também foi destaque no longa Moonwalker. Em essência, o vídeo retrata a carreira bem sucedida de Michael fazendo sempre uma referência a um parque de diversões. No vídeo, Michael faz alusão a diversos boatos inventados pelos tablóides sobre ele, como por exemplo, a notícia de que ele teria comprado os ossos do Homem Elefante, ou que ele dormiria em uma câmera hiperbárica para retardar o envelhecimento. Ele faz severas criticas a forma como os tablóides expõem sua vida de maneira distorcida e pede que os mesmos o deixe em paz. No final, Michael se levanta e destrói o parque construído em torno de si. Assista abaixo o videoclipe:

12 de fevereiro de 2012

A campanha "We Are The World 25th for Haiti" completa hoje 2 anos


"We Are the World 25 for Haiti" é a nova versão da música "We Are the World" feita com o objetivo de ajudar as vítimas dos terremotos no Haiti, essa versão também comemora os 25 anos da versão originalmente lançada em 1985.
O lançamento da música e do single aconteceram no dia 12 de Fevereiro de 2010, na abertura dos Jogos Olímpicos de Inverno de 2010, em Vancouver no Canadá.
O Rei do Pop, Michael Jackson, aparece e canta na nova versão da música, como na versão original, veja o videoclipe abaixo:

11 de fevereiro de 2012

Há 1 ano, era lançado o single "Hollywood Tonight"


Em 11 de fevereiro de 2011, era lançado o segundo single do álbum “Michael”: "Hollywood Tonight". A canção foi lançada pela Epic Records como single do álbum em vários países. As partes faladas da faixa são proferidas pelo sobrinho de Michael, Taryll Jackson, escritas por Teddy Riley com base em manuscritos deixados por Jackson para a conclusão da canção. Um videoclipe para acompanhar a canção foi lançado em 10 de março de 2011, apresentando a dançarina argelina Sofia Boutella, junto a outros 60 dançarinos com visuais inspirados em Michael Jackson. É considerada a melhor faixa do álbum, e a única que atingiu posição #1 na Billboard.



A canção foi escrita por Michael Jackson na mesma época de Invincible. Michael tirou a faixa dos arquivos em 2007 para trabalhá-la com o produtor Theron "Neff-U" Feemster . Teddy Riley completou a canção anos mais tarde. Os seus escritos foram inspirados em notas manuscritas por Michael para a conclusão da canção. Em 3 de dezembro de 2010, antes da liberação oficial do álbum “Michael”, a canção foi lançada no programa da comediante Ellen DeGeneres, o The Ellen DeGeneres Show. A canção foi lançada para as estações de rádio da Itália em 11 de fevereiro de 2011, e listada na BBC Radio no dia seguinte. Na Polônia, a canção foi lançada em 14 de fevereiro de 2011. "Hollywood Tonight" foi o single oficial lançado nas rádios mundiais, enquanto "Behind The Mask" será lançada apenas em países como Canadá e os Estados Unidos.




O videoclipe da música "Hollywood Tonight" foi filmado em fevereiro de 2011. A maior surpresa para os fãs de Jackson foi a introdução da batida de "Billie Jean", de 1982, à melodia, o que gerou críticas severas. O enredo de "Hollywood Tonight" traça o percurso de uma jovem que chega a Hollywood saída de uma pequena cidade americana para seguir o seu sonho de ser uma estrela. Embora sua ambição seja se tornar uma dançarina reconhecida, a história dela representa a luta de cada artista ou músico para que seu trabalho seja reconhecido no mundo.

Wayne Isham, que dirigiu o vídeo "You Are Not Alone", retorna a um dos locais onde ele filmou com o Rei do Pop em 1995 - o Teatro Pantages, perto da esquina famosa de Hollywood e Vine, que serviu como um farol para pessoas atraídas pelo sonho de estrelato. No novo vídeo, o Teatro Pantages é mais uma vez o cenário para um clipe do cantor, mas desta vez o lado de fora do teatro é que ganha o destaque para um "flash mob" de dança. Assista abaixo o clipe de "Hollywood Tonight":

10 de fevereiro de 2012

Há 19 anos, Oprah entrevistava Michael em Neverland


Em 10 de fevereiro
 de 1993, Michael foi entrevistado por Oprah Winfrey em seu rancho Neverland. Foi a primeira entrevista de Michael para a TV, ao vivo, em 14 anos. Durante o especial  de 90 minutos, Michael falou sobre sua vida pessoal e carreira e deu um passeio com Oprah durante a noite em seu rancho. 
Ele também dançou ao vivo em seu teatro e deu ao público uma performance especial e acapela de "Who Is It". O programa com Michael se tornou a quarta maior audiência da história da televisão americana. Michael também estraria no próximo dia 15 seu sétimo single do álbum Dangerous: "Give in to Me". Após a entrevista, o álbum Dangerous teve um impulso nas vendas, alcançando o top 10, mais uma vez em vários países.
Veja a entrevista abaixo em 13 partes: